Arduino Mega 2560 Pro Mini com CH340 USB TIPO-C

Código: 1702844647
Selecione a opção de Conector:
R$ 137,90 R$ 123,47
até 6x de R$ 20,57 sem juros
ou R$ 111,12 via Pix
Comprar Estoque: Disponível
R$ 137,90 R$ 123,47
até 6x de R$ 20,57 sem juros
ou R$ 111,12 via Pix
  • R$ 111,12 Pix
    • 1x de R$ 123,47 sem juros
    • 2x de R$ 61,73 sem juros
    • 3x de R$ 41,15 sem juros
    • 4x de R$ 30,86 sem juros
    • 5x de R$ 24,69 sem juros
    • 6x de R$ 20,57 sem juros
  • R$ 111,12 PagHiper
  • R$ 111,12 Pix
    • 1x de R$ 123,47 sem juros
    • 2x de R$ 61,73 sem juros
    • 3x de R$ 41,15 sem juros
    • 4x de R$ 30,86 sem juros
    • 5x de R$ 24,69 sem juros
    • 6x de R$ 20,57 sem juros
  • R$ 111,12 PagHiper
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

A placa Arduino Mega 2560 Pro Mini com CH340  é a versão compacta do já conhecido Arduino Mega 2560, totalmente compatível em programação, memória, processamento, quantidade de pinos, etc, porém com a vantagem de ser feita em um tamanho compacto, além de possuir conector Micro USB para realizar a programação e alimentação da placa.

O Arduino Mega 2560 Pro Mini com CH340  é uma placa de microcontrolador baseada no ATmega2560. Ele possui 54 pinos de entradas/saídas digitais, 16 entradas analógicas, 4 UARTs (portas seriais de hardware), um oscilador de cristal de 16 MHz, uma conexão USB, uma entrada de alimentação, uma conexão ICSP e um botão de reset. Ele contém tudo o que é necessário para dar suporte ao microcontrolador; basta conectar a um computador com um cabo USB ou a uma fonte de alimentação e já está pronto para começar.

Alimentação

A placa Arduino Mega 2560 Pro Mini com CH340  pode ser alimentada pela conexão USB ou com uma fonte externa. A entrada de alimentação é selecionada automaticamente. Alimentação externa (não USB) pode ser tanto de uma fonte como de baterias. A fonte pode ser conectada por cabos vindos de uma bateria, fonte ou pilha e podem ser inseridos nos pinos terra (Gnd) e entrada de voltagem (Vin)..

Os pinos de alimentação são os seguintes:

  • VIN. A entrada de voltagem da placa Arduino quando se está usando alimentação externa (em oposicão aos 5 volts fornecidos pela conexão USB ou outra fonte de alimentação regulada) É possível fornecer alimetação através deste pino ou acessá-la desde ai se etiver alimentando pelo conector de alimentação.
  • 5V. Fornecimento de alimentacão regulada para o mcrocontrolador e outros componentes da placa.
  • 3V3. Uma alimentação de 3,3 vots gerada pelo chip FTDI. A corrente máxima é de 50 mA.
  • GND. Pinos terra.

Memória

O ATmega2560 tem 256 KB de memória flash para armazenamento de código(dos quais 8KB são usados pelo bootloader), 8 KB de SRAM e 4 KB de EEPROM (que poder ser lidos e escritos com a biblioteca EEPROM). 

Entrada e saída

Cada um dos 54 pinos digitais do Mega2560 pode ser usado como entrada ou saída, usando as funções de pinMode()digitalWrite(),  e digitalRead(). Eles operam a 5 volts. Cada pino pode fornecer ou receber um máximo de 40 mA e possui um resistor interno (desconectado por default) de 20-50KΩ. Em adição alguns pinos possuem funções especializadas:

  • Serial: 0 (RX) and 1 (TX); Serial 1: 19 (RX) and 18 (TX); Serial 2: 17 (RX) and 16 (TX); Serial 3: 15 (RX) and 14 (TX). Usados para receber (RX) e transmitir (TX) dados seriais TTL. Pinos 0 e 1 são também conectados aos pinos correspondentes do chip serial FTDI USB-to-TTL.
  • Interruptores externos: 2 (interruptor 0), 3 (interruptor 1), 18 (interruptor 5), 19 (interruptor 4), 20 (interruptor 3), and 21 (interruptor 2). Estes pinos podem ser configurados para disparar uma interrupção por um valor baixo, um limite diminuindo ou subindo, ou uma mudança em um valor. Para mais detalhes veja a função attachInterrupt().
  • PWM: 0 a 13. Fornecem saída analógica PWM de 8-bits com a função analogWrite().
  • SPI: 50 (MISO), 51 (MOSI), 52 (SCK), 53 (SS). Estes pinos dão suporte à comunicação SPI que, embora suportada pelo hardware, ainda não está incluida na linguagem Arduino.
  • LED: 13. Há um LED conectado ao pino digital 13. Quando o pino está em HIGH o led se acende.
  • I2C: 20 (SDA) and 21 (SCL). Fornecem suporte à comunicação I2C (TWI) usando a bibliotecaWire (documentação no site do Wiring). Note que estes pinos não estão na mesma posição que os pinos I2C pins no Duemilanove ou no Diecimila.

O Arduino Mega 2560 tem 16 entradas analógicas, cada uma das quais com 10 bits de resolução (i.e. 1024 valores diferentes). Por padrão elas medem de 0 a 5 volts, embora seja possível mudar o limite superior usando o pino AREF e a função analogReference().

Há um par de pinos diferentes na placa:

  • AREF. Voltagem de referência para as entradas analógicas. Usados com analogReference().
  • Reset. Marque este valor como LOW para resetar o microcontrolador. Tipicamente usado para adcionar um botão de reset em shields que bloqueiam o que há na placa.

Comunicação

A placa possui várias facilidades para se comunicar com um computador, com outro Arduino ou outros microcontroladores. O ATmega2560 fornece quatro portas de comunicação serial UARTs para TTL (5V). Um chip FTDI FT232RL direciona uma destas portas para a conexão USB e os drivers FTDI (que acompanham o software do Arduino) fonecem uma porta com virtual para softwares no computador. O software do arduino inclui um monitor serial que permite que dados simples de texto sejam enviados de e para a placa Arduino. Os LEDs RX e RT piscarão enquanto dados estiverem sendo transmitidos pelo chip FTDI e pela conexão USB ao computador (mas não para comunicação serial nos pinos 0 e 1).

Uma biblioteca SoftwareSerial permite comunicação serial em qualquer um dos pinos digitais do Arduino Mega.

O ATmega2560 também fornece suporte para comunicação I2C (TWI) e SPI. O software Arduino inclui uma biblioteca Wire para simplificar o uso do bus I2C; veja a documentação no site do Wiring para mais detalhes. Para usar a comunicação SPI veja o datasheet do ATmega2560.

Programação

A Placa Arduino Mega 2560 pode ser programado com o software do Arduino (download). Para detalhes, veja a referência e os tutoriais.

O ATmega2560 no Arduino Mega 2560 vem com o bootloader pré gravado o possibilita o envio de novos códigos sem o uso de um programador de hardware externo. Ele se comunica usando o protocolo original STK500 (reference, C header files).

Você também pode suplantar o bootloader e programar o microcontrolador através do cobeçalho ICSP (In-Circuit Serial Programming); veja instruções para mais detalhes.

Produtos relacionados

R$ 137,90 R$ 123,47
até 6x de R$ 20,57 sem juros
ou R$ 111,12 via Pix
Comprar Estoque: Disponível
R$ 137,90 R$ 123,47
até 6x de R$ 20,57 sem juros
ou R$ 111,12 via Pix
Pague com
  • Pix
  • proxy-paghiper-v1
Selos

Componex Componentes Eletrônicos LTDA - CNPJ: 37.196.115/0001-03 © Todos os direitos reservados. 2024

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade